sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Invenção tucana

No tal “jeito novo de governar” da candidata Yeda, os velhos hábitos são de arrepiar.

O jornal Correio Braziliense revelou que a famiglia Vedoin, da máfia das ambulâncias, agia com o aval do então Ministro da Saúde de FHC, José Serra.

De acordo com a matéria, o tucano teria determinado o empenho e a elaboração de convênios para emendas destinadas à compra de ambulâncias junto a empresas do grupo Planam.

Segundo o jornal, documentos mostram que o tucano “sabia da movimentação de parlamentares para aprovar emendas que distribuiriam ambulâncias superfaturadas para o estado de Mato Grosso - no famigerado esquema dos sanguessugas arquitetado pela empresa Planam, do empresário Luiz Antonio Vedoin”.

Vale lembrar que três deputados gaúchos foram denunciados na CPI das Sanguessugas: Edir Oliveira/PTB, que foi Secretário da STCAS no governo Rigotto até abril passado; Paulo Gouveia/PL, cujo partido integra a coligação de Yeda e Érico Ribeiro, do PP de Francisco Turra.

Um comentário:

Horácio disse...

Falar é uma coisa. O difícil é provar. E isso ninguém está conseguindo. José Serra tem a ficha limpa como todos sabemos e não são denúncias descabidas como essa que farão o melhor político do país cair nas pesquisas rumo ao Governo de São Paulo.